A Bodega Bouza é uma produtora artesanal de vinhos localizada a apenas 20 quilômetros de Montevidéu, capital do Uruguai. Ao todo são cerca de 55 hectares de vinhedos em 4 áreas, cada uma com suas características únicas.

Como o processo de produção é bem rigoroso, a bodega Bouza produz algo entre 120 a 160 mil litros de vinho por ano. Apesar do caráter artesanal da produção, que possui excelente potencial para exportação, 60% do vinho é vendido no próprio Uruguai e, desta parcela, 25% é vendida na própria vinícola, o que reforça a experiência familiar do passeio.

Embora a vinícola seja extremamente profissional e premiada, a produção começou apenas em 2002, quando a família Bouza comprou a propriedade, modernizou a produção e os vinhedos.

No início, a bodega precisava comprar uvas na região para realizar a produção. Hoje, é a família Bouza que vende aos demais produtores

Caminho para entrada Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu
Entrada da Bodega Bouza

Plantio de uvas e vinificação na Bodega Bouza

Os 55 hectares de vinhedos da Bodega Bouza estão distribuídos em 4 campos e os vinhos recebem identificações únicas quando engarrafados.

Denominação A: Vinhos produzidos com uvas na sede da fazenda e, que sofrem influência do Rio da Prata, que está a apenas 45 metros da propriedade. Possui solo argiloso e bastante presença do granito meteorizado, um mineral que está presente em grande parte do Uruguai.

Denominação B: Vinhos produzidos com uvas da região Las Violetas, área que possui solo pedregoso, que é mais seco e possui uma inclinação maior que o observado na sede.

Pan de Azucar e Melilla, com uvas provenientes dos campos de Punta del Este que recebem muita influência de pedras e minerais oceânicos e onde ocorre o fenômeno da “viracion”, um encontro de ventos que afetam diretamente a temperatura ambiente e do solo, que é favorável para o crescimento das uvas.

O plantio e a colheita

A primeira coisa que se nota ao visitar os vinhedos são os fragmentos de granito que a vinícola coloca nos pés das videiras, que possuem três funções:

  1. Auxiliar na drenagem, uma vez que o terreno é completamente plano.
  2. Armazenar calor e regular a temperatura. Quando há quedas bruscas na temperatura, como é frequente na região, o granito mantém as plantas aquecidas.
  3. O granito reflete a sol do sol direto aos cachos de uva e melhora o amadurecimento da uva.

O único defensivo utilizado é o fungicida, que é necessário apenas na época das chuvas, momento em que não há uvas nas parreiras. Nas demais épocas do ano nenhum produto é aplicação nas plantas, o que torna toda a produção da Bodega Bouza praticamente orgânica.

Mesmo com todo esmero na produção, cada pé de uva produz apenas cerca de 2kg de uva. Todo o excesso de frutos é podado para que a parreira tenha condições de produzir uvas de melhor qualidade e com mais açúcar.

Os enólogos optaram por realizar a colheita de madrugada, para que a uva sofra menos com o calor, cheguem mais firmes para a fermentação e para que as aves não ataquem os cachos durante o processo.

Então, as uvas passam por 4 etapas de seleção, sendo a última manual.

Tanques de inox para produção de vinho Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Vinificação

A fermentação é realizada em tanques de cimento, inox ou carvalho climatizados, assim há maior controle sobre o tempo e evolução do processo. Com as cascas e sementes das uvas Tannat e Cabernet é produzida uma grappa artesanal.

Os vinhos vão para barris de carvalho de primeiro, segundo e terceiro usos. Após o terceiro uso, as barricas são vendidas para outras vinícolas da região, que chegam a usá-los por até 15 vezes.

Barris de carvalho Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Os carvalhos utilizados são franceses, russos ou americanos, cada origem com diferentes aspectos e que imputam características diferentes no vinho.

O francês realça mais os taninos, produz mais corpo e intensidade. A madeira é mais porosa, mais rústica, de modo com que a micro oxigenação se dá forma mais acelerada. A madeira francesa também absorve mais vinho.

Os carvalhos russos e americanos são mais fechados, menos porosos. No caso das barrigas utilizadas pela Vinícola Bonza, os carvalhos russos e americanos passaram por fogo médio e os franceses por fogo leve, o que pode variar de acordo com a opção de cada bodega.

Após o período de barrica, os vinhos são engarrafados e ficam e 4 a 6 semanas descansando, para que o processo de estabilize de forma natural. Só então as garrafas são rotuladas.

Todos os vinhos possuem entre 13 e 16 graus GL, o que é possível graças a qualidade das uvas, que são ricas em açúcar.

Em alguns vinhos são utilizadas rolhas portuguesas naturais, mas, devido ao processo de extinção das árvores de cortiça, algumas garrafas também levam rolhas sintéticas ou tampas de rosca.

Já está comprovado que a rolha sintética não é adequada para vinhos de guarda, uma vez que com o passar do tempo ela se corrói e produz uma borra que altera as características da bebida. Além disso a cortiça sintética é mais fechada e muitas vezes impede a evolução do vinho.

Os vinhos com tampa de rosca são hermeticamente fechados, portanto não evoluem com o passar do tempo, mas preservam os aromas e características originais da uva. É uma forma interessante de armazenar vinhos jovens.

Os vinhos da Bodega Bouza

Os vinhos de guarda são denominados parcela única e, são produzidas entre 1.500 e 2.500 garrafas por ano. Todas as garrafas parcela única, equivalente à denominação Gran Reserva, são numeradas a mão.

Eventualmente a vinícola reserva meia hectare para produzir uma edição especial da parcela única, alto em torno de 500 garrafas que são comercializadas apenas em locais bastante exclusivos, geralmente fora do Uruguai.

A cada safra são guardadas 40 garrafas chamadas de “arquivo”, que serão vendidas em 15 anos e são extremamente disputadas e caras. Os vinhos arquivo são comercializados apenas na Bodega Bouza.

Além das garrafas arquivo, a vinícola também mantém garrafas para o laboratório, para que de tempos em tempos os enólogos possam abrir, provar os vinhos de guarda e verificar como evoluem com o passar dos anos.

É desta forma que conseguem atestes que vinhos da parcela única podem ser guardados por 15 ou 20 anos já a linha de pronto consumo pode ser guardada por até 7 anos.

Alguns rótulos da Vinícola Bouza

Riesling

Ficam apenas em tanques Inox e são produzidos em Pan de Azucar.

Tannat

Alguns fermentam apenas em Inox e não vão para barricas e, por isso, são bastante ácidos devido ao elevado grau de gás carbônico.

Já os Tannats que passam por barriga ganham mais corpo e intensidade e perdem a acidez acentuada dos vinhos que passam apenas pelo Inox.

Chardonnay

Ficam 8 meses em barricas de carvalho de primeiro uso e possuem uma cor âmbar muito intensa, são bastante frutados, bem equilibrados e podem ser guardados por até 10 anos.

Merlot, Tannat

Leva 60% de Merlot e 40% de Tannat. Passam 8 meses em carvalho, sendo 90% do tempo em madeiras francesas e 10% em madeiras brancas.

Tannat, Merlot, Tempranillo

O Monte Vide Eu é o vinho mais emblemático, que leva três uvas e é produzido apenas pela Vinícola Bouza. possui 20 anos de capacidade de guarda e fica 15 meses em carvalhos russos, americanos e franceses. O vinho já ganhou 6 prêmios internacionais de primeiro lugar e possui 94 pontos de classificação.

Chardonnay, Albarino

Uma outra mistura realizada na bodega é o Cocó, que leva 70% Chardonnay e 30% Albariño. É uma receita da avó do fundador da vinícola, que servia este corte nos almoços de domingo.

Visitas guiadas na vinícola Bouza, em Montevidéu

Tour pelas vinhas, adega e cava, ao longo dos quais o processo de fabricação dos vinhos é conhecido. A duração aproximada é de 45 minutos. Realizando adegustação, almoço ou Experiencia Bouza, ou comprando uma garrafa de vinho por pessoa, a visita guiada não tem custo.

Caso contrário, seu valor é UYU 490 por pessoa.

Cava Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Degustação de vinhos da Bodega Bouza

A degustação de vinhos acontece na Bouza Vinhos Garage, um espaço moderno, onde parte da coleção de carros clássicos Juan Bouza é exibida e você também pode desfrutar de uma grande variedade de tira gostos.

A degustação inclui quatro vinhos: 1 branco e 3 vermelhos, cada um harmonizado. Valor: UYU 1.200 por pessoa.

No nosso caso os vinhos e acompanhamentos foram:

Degustação de vinhos 3 Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Bouza Albariño 2019, produzidos nos vinhedos de Las Violetas. Para acompanhar, Ceviche de peixe branco

Degustação de vinhos 4 Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Bouza Merlot Tannat 2018, que leva 60% Merlot, 40% Tannat com 8 meses em carvalho. 15% graus GL. Para acompanhar, uma torrada com creme de gorgonzola

Deguartação de vinhos 2 Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Bouza Tempranillo Parcela Única B16 2017, uma uva espanhola que a família Bonza decidiu cultivar devido às suas origens na Espanha. Produzi na plantação Las Violetas e passou 9 meses em barrica de carvalho americano. Para harmonizar, um croquete de presunto

Degustação de vinhos 1 Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Bouza Tannat 2017, Parcela Única, da região Pan de Azucar, com vinificação de 14 meses em barris de carvalho. Possui 15% de álcool, taninos destacados, mas equilibrados. Para acompanhar, uma empanada de cordeiro.

Almoço à la carte na Bodega Bouza

Menu com forte influência uruguaia e espanhola. A vinícola também uma extensa lista de vinhos de safras especiais, incluindo vinhos arquivo.

Restaurante Bodega Bouza - Vinicola em Montevideu

Experiência Bouza

Inclui visita guiada, e um almoço de cinco pratos. No caso de realizar a Experiencia Bouza, você pode solicitar o transfer sem custo adicional. UYU $ 3.000 por pessoa.

Como chegar na Bodega Bouza

Como a vinícola está a apenas 20km do centro de Montevidéu. Há diversas formas de chegar ao local

De carro

Caso esteja com um carro alugado, é só buscas por Bodega Bouza no Google Maps ou Waze. O caminho é bastante tranquilo e não possui pedágios.

De ônibus

Você deve chegar ao terminal “Em Galicia Y Rio Branco” e pegar o ônibus 2A Directo. Ao descer no caminho de la redencion, você pode chamar um Uber ou andar por cerca de 30 minutos até a entrada da Bodega Bouza.

De Uber

O trecho fica em cerca de UYU $ 600 saindo da Plaza Independencia. Mas tenha cuidado na volta, pois não é muito fácil achar um carro para retornar à cidade.

Quando for a Montevidéu, e tiver interesse em se hospedar em uma AriBnB, veja essas dicas imperdíveis para conseguir a melhor acomodação.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *